Ausência de empresários prejudica debate sobre calor nos ambientes de trabalho

A ausência de representantes da classe patronal acabou prejudicando a conversa sobre a situação do excesso de calor e os possíveis ajustes para que os trabalhadores exerçam suas atividades dentro de empresas e das indústrias brusquenses. Este era o assunto principal da reunião marcada para esta quarta-feira, 19, entre o Fórum Sindical de Trabalhadores de Brusque e região e representantes da classe empresarial. Apenas dois dos convidados compareceram ao encontro, embora todos os demais tenham confirmado presença.

 

Os sindicalistas buscavam tratar com os patrões medidas que possam aliviar a situação dos empregados em seus locais de trabalho devido às altas temperaturas registradas ultimamente. A sindicalista Marli Leandro, presidente do Sintrivest, disse que o setor do vestuário recebeu diversas denúncias sobre a ausência de condições que pudessem amenizar o excesso de calor em algumas empresas pertencentes ao setor. “Falta de bebedouros, de água em temperatura ideal para o consumo, falta de ventiladores e outros itens”, frisou ela.

A intenção, considerando que as altas temperaturas diminuíram, era de se iniciar tratativas para evitar tais problemas caso as ondas de calor intenso retornem, conforme previsões dos centros de meteorologia. Para o sindicalista Anibal Boettger, presidente do Sintrafite, a ausência dos representantes da classe patronal demonstra indiferença com a situação dos próprios empregados nestas condições. “Infelizmente fomos prejudicados nessa discussão. Não vamos desistir e iremos tentar novamente junto aos empresários. Se não houver nenhuma preocupação nesse sentido, o trabalhador e a trabalhadora vão demonstrar sua indignação”, frisou ele.

Estiveram presentes no encontro apenas dois representantes da classe patronal, seno um da Prefeitura e outro do setor de transporte coletivo.

 

Apesar da ausência dos empresários, o coordenador do Fórum Sindical de Trabalhadores, Izaias Otaviano, disse que o assunto foi levantado e uma solução para o problema tende a surgir.

 

Ainda na reunião desta quarta-feira, os sindicalistas receberam a visita de uma equipe da secretaria de Governo da Prefeitura, para tratar sobre o Congresso da Cidade