Dados colocam Brasil e SC entre os líderes de acidentes e doenças do trabalho

O mês de abril é dedicado à memória das vítimas de doenças e acidentes de trabalho. O dia 28 é a data anotada no calendário para lembrar estas estatísticas. O brasil ostenta uma posição nenhum pouco invejável em relação a acidentes de trabalho. Santa Catarina está na vice-liderança no país.

 

Confira, abaixo, alguns dados estatísticos baseado no Anuário Estatístico da Previdência Social e do Ministério Público do Trabalho (MPT):

 

Santa Catarina

 

De 2014 a 2016, uma pessoa perdeu a vida a cada dois dias em Santa Catarina.

Nesse mesmo período, o estado até reduziu os índices de acidentes de trabalho, mas elevou o de mortes.

Entre as 100 cidades brasileiras que registram maiores índices de afastamento do trabalho por conta de acidentes, dez estão em Santa Catarina.

O estado é o segundo no país que mais gasta com pagamento de benefícios da Previdência Social por conta de doenças e acidentes de trabalho. Foram 1.375.577,77 bilhão de 2012 a 2017, dado mais recente.

Sobre mortes, o dado mais recente divulgado é de 2017: naquele ano, 123 pessoas morreram vítimas de acidentes de trabalho e Santa Catarina. De 2006 a 2015, foram 2.674 mortes.

De 2012 a 2017, foram registrados 157.475 acidentes de trabalho no estado.

NÚMEROS DE SANTA CATARINA EM 2017 – mais recente

123 mortes

1.683 incapacitados permanente por acidente de trabalho

14.229 afastados do trabalho por mais de 15 dias

16.521 afastados do trabalho por menos de 15 dias

38.570 é o total de acidentes de trabalho no estado em 2017

BRASIL

O Brasil é o quarto no mundo que mais registra acidentes de trabalho. Perde apenas para China, Índia e Indonésia.

Em 2017, 1.989 pessoas morreram no Brasil vítimas de acidentes do trabalho.

Dez estados que são campeões em acidentes de trabalho:

1 - São Paulo

2 - Santa Catarina

3- Rio Grade do Sul

4 –Paraná

5 - Mato Grosso do Sul

6 - Mato Grosso

7 – Espírito Santo

8 - Minas Gerais

9 - Rio de Janeiro

10 – Rondônia