21/05/2015

Ex-prefeito e administradora do hospital se reúnem com o Fórum Sindical

O Fórum de Entidades Sindicais de Trabalhadores de Brusque e região se reuniu novamente nesta quarta-feira, dia 20. O encontro aconteceu a sede do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (Sintricomb). O grupo de sindicalistas recebeu as vistas da administradora do Hospital Evangélico, Ilse Barbosa, e do ex-prefeito Paulo Eccel.

Já o ex-prefeito Paulo Eccel esteve no encontro acompanhado de seu ex-chefe de gabinete, Cedenir Simon. A conversa com os sindicalistas girou em torno do processo que culminou com a cassação de seu mandato na esfera eleitoral do Judiciário.

 

Eccel apontou os recursos e ações que estão ajuizados no Superior Tribunal Federal (STF), buscando reverter a decisão que o tirou do comando da Prefeitura, bem como apresentou, resumidamente, um conjunto de obras que estavam em andamento e foram deixadas para a continuidade no governo interino. “O meu caso é único no Brasil. Se tivesse cometido ato de corrupção, poderiam me chamar de bandido. Mas não foi nada disso. fui cassado porque a Justiça Eleitoral deu uma nova interpretação a uma regra que ela mesma tinha definido”, pontuou ele aos sindicalistas.

 

 Ainda na reunião desta quarta-feira, os sindicalistas trataram de temas que estão em debate em nível nacional e que afeta diretamente a classe trabalhadora. Ações em torno das medidas provisórias 664 e 665, que fazem parte do chamado pacote de ajuste fiscal do governo, foram novamente discutidas. Os sindicalistas rechaçaram manifestações contrárias às MPs que, na avaliação unanime, retira benefícios conquistados pela classe, bem como a PEC 4330, que trata da tercerização.

 

“Nos mostramos totalmente contrários. Entendemos que, em algumas propostas, o povo está sendo enganado. Vivemos uma situação de insegurança muito forte na questão trabalhista”, afirmou o coordenador do Fórum, Izaias Otaviano, sobre os projetos. O órgão está elaborando documentos e ações a serem encaminhados ao Congresso Nacional para reforçar o protesto contra tais medidas.

 

O Fórum Sindical ainda definiu buscar a retomada de encontros com prefeito de Brusque e secretários municipais, principalmente da Saúde, de Brusque, conforme realizava na gestão anterior. “Entendemos que são temas recorrentes e que dizem respeito direto aos sindicatos e, portanto, queremos retomar essas ações. Além do prefeito e do setor de saúde, vamos buscar contato e manter com a Câmara de Vereadores de Brusque, porque, da mesma forma, entendemos que o Fórum precisa ficar atento ao trabalho do legislativo”, frisou o coordenador.