Manifesto do Fórum sobre a greve dos caminhoneiros

Isso tudo que está acontecendo no país é reflexo do péssimo governo. Governo este que está a trabalho somente do grande capital e abandonando o povo.

 

Primeiro foi o congelamento por 20 anos dos investimentos em saúde, segurança e educação. Depois, a reforma trabalhista, reduzindo e retirando direitos dos trabalhadores e, para piorar ainda mais, está por vir a reforma previdenciária, a qual, se for aprovada, irá afetar negativamente a vida de muitas famílias.

 

Com relação aos reajuste abusivos dos combustíveis, em apenas dois anos de TEMER, quando o mercado voltou a comandar, o aumento foi de 69%, passando de R$ 2,89 para R$ 5,00 o litro. Só nos últimos 17 dias aumentou 11 vezes.

 

Desde o início dos manifestos, os dirigentes sindicais estão participando dos atos na região, apoiando essa importante categoria de trabalhadores e a todo o povo brasileiro.

 

São inaceitáveis esses abusos, num momento em que o reajuste no salário dos trabalhadores não está ultrapassando a mentirosa inflação de 1,69%.

 

O Fórum de Entidades Sindicais de Trabalhadores de Brusque e região repudia a política entreguista deste desgoverno, bem como orienta aos trabalhadores a lutarem pela redução dos preços dos combustíveis ou um Brasil melhor. A luta, agora, é de todos nós e por todos nós.

 

Caso a paralisação continue, a partir de segunda-feira, 28 de maio, os sindicatos poderão paralisar as atividades por tempo indeterminado em apoio ao movimento.

 

 

Jean Carlo Dalmolin - coordenador