Sindicatos de Brusque têm audiência com ministro do Trabalho esobre MPs 664 e 665

Um grupo de sindicalistas de Brusque participou na manhã desta segunda-feira, 2, de uma audiência com o ministro do Trabalho, Manoel Dias. O encontro aconteceu na superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego de Santa Catarina, em Florianópolis. O objetivo foi cobrar a retirada das MPs (Medidas Provisórias), que tratam de novas regras para concessão de benefícios como seguro desemprego, abono salarial, aposentadoria vitalícia, entre outros.

O evento foi organizado pelas centrais sindicais de trabalhadores se uniram pessoas de várias partes do estado. Durante cerca de uma hora, Dias falou ao grupo sobre as duas MPs, editadas pela presidente Dilma Rousseff em dezembro e que entraram em vigor esta semana. Os sindicalistas foram unanimes em cobrar do ministro a derrubada das mesmas, sob alegação de que tais medidas estão retirando direitos dos trabalhadores.

 

“Os direitos estão sendo tirados e ele (ministro) sabe disso. Esperamos fortalecer mais esse movimento e não tenho dúvidas que o ministro vai levar nossos pleitos para mudar isso”, pontuou na ocasião o presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores em SC, Altamiro Perdoná, uma das entidades responsáveis pelo encontro.

 

Durante o evento, que lotou o auditório da superintendência do MTE, o ministro contrariou o que pregavam os sindicalistas e afirmou que não está sendo tirado direito dos trabalhadores. Para Manoel Dias, o que está havendo é um “ajuste.” Ainda de acordo com o ministro, o governo abriu o dialogo sobre o assunto e esta tratando do assunto de forma serena e haverá consenso na definição do impasse. “Esta havendo essa discussão. em ultima instância o Congresso que vai aprovar ou não. e o congresso está, também, buscando uma proposta que agrade a todos”, disse ele.

 

Durante o ato, o ministro foi interrompido por um trabalhador de Brusque, presente no evento. Ao ler uma faixa com os dizeres “Dilma mentiu, a vaca tossiu”, Manoel Dias disse que ela não havia mentido e jamais faria isso. Foi quando o trabalhador elevou o tom e disse que, sim, “ela mentiu sobre não retirar direitos dos trabalhadores na campanha eleitoral do ano passado”.

 

O evento teve a participação dos seguintes sindicatos de trabalhadores de Brusque: Sintricomb, Sintrivest, Sintrafite, Sindnapi, Sintimmmeb, Sintiplasqui, Sinseb, Sindicato dos Bancários e Sindicato dos Comerciários, todos integrantes do Fórum de Entidades Sindicais de Trabalhadores de Brusque e região.